Parceiros do projeto

SETOR AQUÍCOLA

A Eurorregião – Galiza e Norte de Portugal apresenta características geográficas e ambientais ótimas para o desenvolvimento da aquicultura. Esta situação privilegiada tem sido a base, desde os anos 80, de uma atividade industrial de cultivo de espécies marinhas registou crescimento ao longo dos anos, até consolidar a sua posição como setor industrial de relevo.

A indústria aquícola emprega 15.901 pessoas na Galiza. Por sua vez, Portugal conta com 2.316 postos de trabalho diretos no setor.

Para além da diversificação das espécies a produzir, são fatores com influência na internacionalização os relacionados com o custo de produção, que nas unidades de aquicultura surge diretamente relacionado

com os elevados encargos energéticos associados à administração e gestão dos vários sistemas de bombeamento de água para as instalações de produção.

Esta necessidade exige uma procura de soluções e alternativas energéticas adaptadas a cada um dos tipos de unidade de produção. Adicionalmente, também a administração pública procura uma minimização do impacto ambiental, motivos pelos quais a procura de alternativas energéticas verdes, capazes de reduzir as emissões de Gases de Efeito de Estufa (GEE), não é apenas um aspeto positivo para o setor aquícola, podendo também ser visto como um impulso para o setor das energias renováveis, para o qual representa novas oportunidades de negócio.

Logo Cluster CETGA

Clúster de Acuicultura

Perfil do parceiro

Através do Cluster da Aquicultura, foi possível desenvolver projetos de inovação direcionadas para as empresas aquícolas, um setor estratégico na comunidade da Galiza. No âmbito do projeto 3EACUIC, cofinanciado pela Fundação para a Biodiversidade do Ministério para a Transição Ecológica de Espanha e pelo Fundo Social Europeu, foi feita uma primeira abordagem à necessidade de aplicação de melhorias a nível de eficiência energética, o que representou um aumento da competitividade e da sustentabilidade do setor aquícola, mediante uma estratégia baseada na definição e implementação de processos e tecnologias ecoeficientes, bem como um aumento da qualificação dos trabalhadores e dos fornecedores de tecnologias.

O interesse da Organização no projeto

O principal interesse da Organização no projeto centra-se no estudo das energias renováveis e da sua aplicação ao setor, na realização de sistemas de controlo que permitam pôr em foco os maiores consumos do setor aquícola e como estes podem ser melhorados/reduzidos, e ainda em conhecer as limitações à sua aplicação estabelecidas por fatores jurídico-legais.

UN-EM. Consultoría para la universidad y la Empresa

Consultoría para la Universidad y la Empresa

  • email: info@un-em.com
  • Teléfono: (+34) 981 52 41 18
  • Dirección: Av. Lope Gómez de Marzoa - Edificio Feuga - Despacho 19
    15705 Santiago de Compostela
Perfil do parceiro

Através do cluster de aquicultura da Galiza, foi possível desenvolver projetos de inovação direcionadas para as empresas aquícolas, um setor estratégico na comunidade da Galiza. No âmbito do projeto 3EACUIC, cofinanciado pela Fundação para a Biodiversidade do Ministério para a Transição Ecológica de Espanha e pelo Fundo Social Europeu, foi feita uma primeira abordagem à necessidade de aplicação de melhorias a nível de eficiência energética, o que representou um aumento da competitividade e da sustentabilidade do setor aquícola, mediante uma estratégia baseada na definição e implementação de processos e tecnologias ecoeficientes, bem como um aumento da qualificação dos trabalhadores e dos fornecedores de tecnologias.

O interesse da Organização no projeto

O principal interesse da Organização no projeto centra-se no estudo das energias renováveis e da sua aplicação ao setor, na realização de sistemas de controlo que permitam pôr em foco os maiores consumos do setor aquícola e como estes podem ser melhorados/reduzidos, e ainda em conhecer as limitações à sua aplicação estabelecidas por fatores jurídico-legais.

Universidade de Vigo

Perfil do parceiro

O Campus do Mar (CDM) é liderado pela Universidade de Vigo, sendo também promovido pelas universidades de Santiago de Compostela e A Coruña, pelo Conselho Superior de Investigações Científicas e pelo Instituto Espanhol de Oceanografia. Trata-se de um campus transfronteiriço que conta com uma equipa de vasta experiência em energias renováveis, qualidade da energia elétrica e redes elétricas. Prova disso é a sua participação em projetos relacionados com este tema, de financiamento tanto privado como público, com fundos regionais, nacionais e europeus (+informações em grupo_ene.webs.uvigo.es e cima.uvigo.es).

O interesse da Organização no projeto

A equipa da UVIGO inclui a energia offshore entre as suas áreas de investigação, incluindo vários dos aspetos apresentados na presente proposta, tais como a integração da energia offshore sob um ponto de vista de geração de eletricidade e a análise, simulação e desenvolvimento de dispositivos de geração offshore.

ELA. Ingeniería y Medio Ambiente SL

  • email: info@elaingenieria.com
  • Teléfono: (+34) 881 97 65 73
  • Dirección: Centro Comercial Área Central, planta 1º local 33-o
    15707, Santiago de Compostela
Perfil do parceiro

Consultora especializada em energias renováveis, eficiência energética e meio ambiente. Tem vindo a desenvolver projetos de instalações fotovoltaicas, parques eólicos, cogeração e outras energias renováveis. Participou em mais de 100 auditorias energéticas, em todos os setores económicos. Possui pessoal multidisciplinar, com formação específica (engenheiros, técnicos especializados) e com mais de 10 anos de experiência no setor.

O interesse da Organização no projeto

Participa no desenvolvimento de novas soluções de eficiência energética, implementáveis no setor aquícola e transferíveis para outros setores.

ICBAS - Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar

Perfil do parceiro

O ICBAS é uma unidade orgânica da Universidade do Porto, com estrutura de Escola Universitária, que tem como missão o ensino, a investigação científica, a cultura e a prestação de serviços à comunidade. Entre os seus domínios científicos destacamos a Saúde, Ambiente, Produção Animal, Transformação e Processamento Alimentar e Controlo de Qualidade.

O interesse da Organização no projeto

O ICBAS traz ao projeto o conhecimento necessário para medir a influência do design energético na biologia dos seres vivos, na gestão da produção, no estado sanitário dos peixes e, em suma, em tudo o relacionado com a gestão e o desenvolvimento dos seres vivos numa unidade de aquacultura, ao longo do seu ciclo de vida. Assim, apesar de o projeto se centrar nos novos sistemas energéticos adaptados à produção aquícola, não perde de vista os seus possíveis efeitos sobre as culturas.

Instituto de Ciência e Inovação em Engenharia Mecânica e Engenharia Industrial

  • email: inegi@inegi.up.pt
  • Teléfono: (+35) 1 22 957 8710
  • Dirección: Campus da FEUP, R. Dr. Roberto Frias 400
    4200-465 Porto, Portugal
Perfil do parceiro

O INEGI tem como missão contribuir para o aumento da capacidade competitiva do tecido económico e social, através da inovação de base científica e tecnológica aplicada aos processos, produtos e modelos de negócio, bem como através do desenvolvimento das melhores práticas de gestão das atividades de I&D+I e transferência de tecnologia. Criado em 1986, possui quase 30 anos de experiência e um portefólio de excelência. A sua estrutura organizacional integra mais de 180 colaboradores e um amplo conjunto de laboratórios e ferramentas de engenharia.

O interesse da Organização no projeto

O interesse do INEGI neste projeto prende-se com a realização de auditorias energéticas às empresas de aquicultura, para as quais a energia representa um custo importante, cuja utilização possui impacto na produtividade. Aplicação das suas qualificações na área do Mar, sobretudo ao nível do desenvolvimento de sistemas e tecnologias para ambientes marinhos. Participação em redes colaborativas, integrando centros tecnológicos e empresas.

Contribuição para o desenvolvimento de um setor económico importante (aquicultura) e dotado de elevado potencial no contexto da Eurorregião Galiza/Norte de Portugal.